Logo Portal
Cidades

Caso de Polícia e de Justiça: Advogado formaliza BO e ajuizará Queixa-Crime contra seus algozes

Caso de Polícia e de Justiça: Advogado formaliza BO e ajuizará Queixa-Crime contra seus algozes

08/06/2020 17h05Atualizado há 4 meses
Por: Conexão Paraìba
Fonte: Redação
1.045

Desde o início da gestão atual do médico Emerson Panta, o DR. JOÃO ALVES, vem protocolizando denúncias nos órgãos competentes contra os atos da administração pública de SANTA RITA. Uma das denúncias diz respeito ao inchaço da folha de pagamento de pessoal da Prefeitura Municipal de Santa Rita. o ADVOGADO protocolizou a referida denúncia no TCE/PB, na CCRIMP, e no MP em Santa Rita. 

No julgamento da denúncia, o TCE julgou-a procedente, determinando aplicação de MULTA ao Prefeito Panta, determinando a remessa dos autos da denúncia para ser incorporada na PCA (prestação de Contas) de 2019, O QUE COMPROMETERÁ a prestação de contas do gestor, emitindo recomendações para sanar os problemas articulados na peça inicial protocolizada e julgada procedente pelo TCE. 

Insatisfeitos, um comissionado por nome JOSEPH MEDEIROS DA SILVA JÚNIOR e, outro colega, também, da gestão Panta, o cidadão DJALMA VARELA BEZERRA, este contratado, ambos, incitando o ódio, a discórdia e o crime, fizeram vídeos com alguns munícipes, jogando a população contra o nobre causídico que vem ao longo de 3 anos, lutando, brigando, se expondo, denunciando, exercendo seu mister com excelência em favor do povo mais sofrido da cidade canavieira, na tentativa esdrúxula e infundada de jogar toda uma sociedade contra o DR. 

Publicamente, em seu vídeo, que se encontra na posse do ADVOGADO, que já fez BOLETIM DE OCORRENCIA e QUEIXA-CRIME, os cidadãos acima mencionados, incitaram o ódio, a violência e o crime, induzindo as pessoas a se expressarem contra o pseudo ato legal do advogado, em um típico sensacionalismo barato. Na insensatez, em um ato de desespero e desiquilíbrio psicológico e emocional, os cidadãos completamente desequilibrados afirmaram que em Santa Rita foi instalado o escritório do MAL, do ódio, que trabalha 24h pra fazer o mal ao povo. 

Afirmaram ainda no vídeo, após a oitiva pública de algumas pessoas envolvidas e emocionadas com a farsa criada por eles, em bom som e em alta voz, afirmou o senhor JOSEPH que se intitula de Pastor Júnior que se essa senhora, apontando pra uma pobre senhora que não percebeu estar sendo manipulada, e disse; “Se ela perder o trabalho por uma decisão sem escrúpulo desse advogado (DR. JOÃO ALVES) que pensa que é o dono da razão e dono do destino, João Alves Júnior, exclamou!

 Na intenção de macular a honra, a imagem e a vida privada do advogado disse ainda mais em seu intento criminoso; “Tenha vergonha na cara e respeite os trabalhadores e trabalhadoras de Santa Rita". Na intenção de jogar os cidadãos de bem da nossa cidade contra o denunciante, em uma outra oitiva, incitando o ódio, a discórdia, a desavença e o crime, fez perguntas a um cidadão. Indagando-o sobre a possibilidade de ser demitido. 

O senhor interrogado pelo intitulado pastor Júnior, afirmou que; “se perder o seu emprego muitas pessoas serão prejudicadas na sua casa, e “ele”, sem me conhecer, mas fazendo referência, em tese, a mim, diz que o ADVOGADO é um grande mentiroso, e que eu não vou dar de comer a ele nem a seus netos. Na continuidade do seu intento criminoso, o peudo Pastor, disse que; o DR. JOÃO ALVES era represetnante da uma oposição, e é, um advogado que faz política com baixaria com covardia, contra trabalhadores apenas pela mera politicagem. 

O suposto Pastor, mancomunado com o seu colega DJALMA VARELA, alterados, nervosos, incitando o ódio, a intriga, a violência, e o crime, de forma direta disseram que o advogado estava sacrificando os pais e mães de família da cidade, afirmando que aquelas pessoas que ali estavam, capitaneadas por eles não eram Vagabundos e, que o doutor deveria respeitar a gestão do prefeito Panta, que aquelas pessoas são trabalhadoras, que o advogado quer demitir, colocar elas na sarjeta, para massagear seu ego pessoal, gritou; “Tenha vergonha! Finalizou o DJALMA dizendo que o doutor João estaria pedindo a demissão de todos em tempos de pandemia, se sentindo bem por isso, conclamando a todos pedirem justiça, queremos justiça! Queremos justiça.

Na mesma data, foi o adovgado surpreendido com os áudios que revelaram os fatos acima articulados. Os áudios foram confeccionados pelo senhor FRANCISCO TAVARES DOS SANTOS, vulgo CANINDÉ DO POVO, também, contratado da gestão Panta. Nos áudios o cidadão citado, está informando a um desconhecido que haverá um protesto contra o ADVOGADO, informa ainda que o protesto será contra ELE de forma explicita, falando ainda publicamente em grupo que na data de (08/07/2020), haverá um tumulto em SANTA RITA, e neste caso, o protesto, o tumulto terá a participação de umas 30 pessoas, com faixas, em uma praça no esccritorio e residencia do causidico. 

Em outros áudios o cidadão conhecido por CANINDÉ, afirma que o advogado entrou com uma ação contra os contratados que a prefeitura colocou pra trabalhar, e já houve a demissão de uns oito (08) servidores de Marcos Moura. Continuou dizendo que essa semana postaram um vídeo. 

Afirmou que o pastor divulgou. Esse pastor é exatamente o senhor JOSEPH.  Enfim. Os áudios, são restritos, estão circulando entre eles. Mas se percebe que existe um grupo mancomunado, no intento de perverter a ordem e o sossego alheio, disseminando o ódio, a intriga e o crime, de certa forma, se orquestrando para irem na residência que é de frente a uma praça, com cartazes, e etc., protestarem contra o doutor. O mesmo intento também tem a finalidade de irem protestar no escritório profissional, local de trabalho que não pode ser violado por pessoas de bem, mas, manipuladas pelos cidadãos manipulados pela dupla dinâmica.   

Por fim, o advogado registrou BOLETIM DE OCORRENCIA E AJUIZARÁ QUEIXA-CRIME contra a dupla citada. Entendendo o advogado que os noticiados violaram os artigos, 286, 287, 288, 139, 140, 141, II, 146, todos do CP.