Logo Portal
Conexão Paraíba

MPF: Dr. JOSÉ GUILHERME FERRAZ DA COSTA, determina NOTIFICAÇÃO do Dr. João Alves para se manifestar e esclarecer melhor os fatos, isto, em relação a denúncia apresentada por ele no MPF sobre os alarmantes números de casos de óbitos por Covid-19 em Santa Rita.

MPF: Dr. JOSÉ GUILHERME FERRAZ DA COSTA, determina NOTIFICAÇÃO do Dr. João Alves para se manifestar e esclarecer melhor os fatos, isto, em relação a denúncia apresentada por ele no MPF sobre os alarmantes números de casos de óbitos por Covid-19 em Santa Rita.

13/06/2020 14h55Atualizado há 3 meses
Por: Conexão Paraìba
Fonte: Redação
301

 

O Procurador da República, na Paraíba, o Dr. JOSÉ GUILHERME FERRAZ DA COSTA, determinou a NOTIFICAÇÃO do ADVOGADO Dr. João Alves para se manifestar, juntar provas e esclarecer melhor os fatos trazidos no corpo da peça denunciatoria apresentada por ele no MPF em relação aos alarmantes números de casos de óbitos por Covid-19 em Santa Rita.

No mês de maio do corrente ano, o nobre advogado DR. João Alves, formalizou algumas denúncias no MPF, MP local de Santa Rita, CRM, COREN e CRF, objetivando a abertura de procedimentos para apurar o grande número de mortes por COVID-19, na cidade de Santa Rita, especificadamente, no Hospital Metropolitano e de campanha situados na cidade canavieira.

O advogado recebeu informações que as pessoas internadas no Hospital Metropolitano e de campanha, situados na cidade de Santa Rita, não estavam recebendo a assistência necessária, situação que estaria contribuindo para a morte deles, inclusive, as informações davam conta de falta de medicamentos, dentre outras problemáticas ali existentes.

Após o tramite das denúncias, os órgãos e entidades de fiscalização fizeram inspeções nos hospitais, identificando assim, inúmeros problemas, inclusive, a falta de medicamentos. Ressaltamos quê aportou nos órgãos competentes inúmeras outras denúncias apontando as mesmas problemáticas. 

Após o tramite das denúncias, os órgãos e entidades de fiscalização fizeram inspeções nos hospitais citados acima, identificando assim, inúmeros problemas, inclusive, a falta de medicamentos. 

O advogado noticiante, por sua vez, atendendo as determinações do nobre Procurador da República, na Paraíba, formalizou instrumento administrativo, fazendo a juntada de algumas provas que serão carreadas aos autos de Nº 1.24.000.000568/2020-95, em tramitação no MPF na Paraíba, requerendo também as expedições de ofícios e a realização de algumas outras diligências.

Em contato com o Portal Conexão Paraíba, o advogado DR. JOÃO ALVES, afirmou que vai buscar no MPF e no MP de Santa Rita, a responsabilização Cível e Criminal, do Governador, Prefeito de Santa Rita, Secretários de Saúde, Diretores dos hospitais, médicos e etc., se comprovados os fatos. Pois, seres humanos tiveram suas vidas ceifadas, não apenas pelo fato de terem sido contaminadas pelo vírus (Covid-19), mas sim, pelo fato de o Estado e/ou o Município terem falhado na prestação da assistência médica.