Logo Portal
Conexão Paraíba

Dr. João Alves reafirma sua Pré-Candidatura ao Legislativo Municipal de Santa Rita – PB.

Dr. João Alves reafirma sua Pré-Candidatura ao Legislativo Municipal de Santa Rita – PB.

28/06/2020 16h42Atualizado há 3 meses
Por: Conexão Paraìba
Fonte: Conexão Paraíba
541
0

 

Dr. João Alves reafirma sua Pré-Candidatura ao Legislativo Municipal de Santa Rita – PB. 

O ADVOGADO Dr. João Alves na tarde deste dia (28/06/2020), se reportou aos amigos e familiares através do Facebook, reafirmando sua PRÉ-CANDIDATURA AO LEGISLATIVO MIRIM DE SANTA RITA.

Em NOTA publicada, o nobre advogado afirmou que SANTA RITA está vivendo politicamente os seus piores momentos e, que não há políticas públicas implementadas pelo governo municipal em favor do povo, sendo que estas, por sua vez, são realizadas com o objetivo de trazer melhorias para a vida dos cidadãos, o que não vem ocorrendo, ressaltou o advogado. 

O corajoso advogado disse em sua NOTA que Santa Rita está à deriva, e que os vereadores se encontram rendidos, que quase todos são subservientes do PREFEITO PANTA, enfatizou que pouquíssimos vereadores adotam uma postura diferenciada dos demais, a exemplo da Vereadora Vanda de Olavo e do Vereador Bastinho. 

De forma enfática, o Dr. João Alves afirmou em sua NOTA que devido ao caos que Santa Rita vive, os vereadores não produzem legislativamente nada de forma Democrática nem Republicana, não havendo duvidas que estão ocupando uma cadeira na Câmara Municipal para atenderem aos seus próprios ideais e objetivos.

O competente causídico textualmente, em sua NOTA, disse também que os atos do executivo, são sempre  ratificados pelo Poder Legislativo de Santa Rita, e, sempre estão na contramão dos interesses coletivos, divergem da finalidade primária da política, pois, é a política que determina o funcionamento das instituições administrativas do município, rege as relações entre os cidadãos, dita a direção da economia, da indústria, do comércio e tem como pilar reger, também, de forma orquestrada e responsável todas as esferas sociais, objetivando sempre o bem coletivo, através da efetivação dos direitos à vida; à liberdade; à igualdade; à segurança; à propriedade; individuais e coletivos; sociais; nacionalidade e políticos. Enfatizou o Dr. João Alves. 

Afirmou ainda, que o Executivo e o Legislativo, estão distantes de suas reais finalidades e, neste caso, os interesses da cidade, passam a ficar em segundo plano. Sendo claro que as demandas das áreas da educação, da saúde, do transporte, da cultura, do turismo, da infraestrutura, dentre outras, não são atendidas ou efetivadas, com isso, o povo padece em decorrência da situação caótica na política e da incompetência da administração pública. Fala do advogado em sua NOTA. 

O jovem causídico fez questão de consignar em sua NOTA que em decorrência das situações e problemáticas acima expostas, ele, Dr. João Alves, sendo ADVOGADO, vem ao longo de quase 4 anos, batendo nas portas do GAECO, (Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas), CCRIMP (Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade), MPF (Ministério Público Federal), MP (Ministério Público) em Santa Rita, TCE/PB., (Tribunal de Contas), CRM, (Conselho Regional de Medicina), CRO, (Conselho Regional de Odontologia), CRF (Conselho Regional de Farmácia), CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária), MPT (Ministério Público do Trabalho), CBMPB (Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba), apresentando de forma documental dezenas de denúncias ante as supostas ilegalidades, irregularidades, desvios de verba pública, fraudes em licitações, entre outras situações apresentadas nos órgãos e setores competentes.

Finalizou sua NOTA, REAFIRMANDO de forma explícita, a sua PRÉ-CANDIDATURA AO LEGISLATIVO MIRIM DE SANTA RITA. Consignando que ao chegar no legislativo, dará continuidade com maior ênfase e condição legislativa, ao árduo trabalho que vem exercendo como um ativo cidadão, responsável e intrépido causídico. Finalizou sua NOTA, que consta nessa matéria na integra abaixo.

Segue abaixo as fotos do Dr. João Alves, retiradas com sua autorização das redes sociais.